Você sabia que o Isopor® é 100% reciclável?

Você sabia que o Isopor® é 100% reciclável?

Bastante polêmico por ser divulgado como um produto que causa impacto ambiental, o Isopor® é pouco entendido pela população brasileira. Apenas 7% das pessoas sabem que o produto é 100% reciclável, como mostra pesquisa da empresa de embalagens Meiwa.

No ano passado o assunto apareceu com maior peso por conta do surgimento da lei criada em Nova York, que bania o uso dos produtos de EPS. Hoje essa lei já foi revogada, as empresas do setor mostraram que existia uma infraestrutura em andamento para reciclar esse material, com 100% de reaproveitamento. O Brasil é um ótimo exemplo sobre reciclagem, segundo o estudo Maxiquim de 2012, é reciclado 34,5% de EPS, ou seja, foram 13.570 toneladas de EPS pós-consumo.

Uma parceria entre Plastivida e a Comissão de EPS da Abiquim, com o apoio do vereador Gilberto Natalini, lançou em setembro do ano passado a campanha "Recicla Isopor®", uma forma de conscientização ambiental para que as pessoas saibam que o EPS é um plástico 100% reciclável e que deve ser destinado para a reciclagem.

"Dar oportunidade para se reciclar Isopor®, algo que mesmo eu, enfronhado há tantos anos com meio ambiente, achava que só era possível em condições especiais. A tecnologia de degasagem é simples e parece mágica, entra Isopor® e sai matéria-prima para uso em produtos diversos", afirma o vereador.

"O fato de você usar o Isopor® não te faz ambientalmente errado", explica Silvia Rolim, assessora técnica da Plastivida, Instituto Sócio-Ambiental dos Plásticos. A Knauf Isopor®, por exemplo, tem capacidade para reciclar o produto nas fábricas e incentiva as indústrias e pessoas a entregarem o material usado para o processo. “Não só o Isopor® de supermercados, shoppings e locais públicos em geral que geram grande quantidade, mas também trabalhamos para que o Isopor® doméstico chegue até nós. Ficamos satisfeitos em colaborar, já que para as coletas não é um material atrativo por ser 98% ar e não ter uma viabilidade logística”, comenta Priscila Sucadolnik, executiva de Marketing da Knauf Isopor®.

Apesar de ser necessário um processo de divulgação maior para que a população se conscientize, há poucos pontos para entrega de produtos, menos de 20% dos municípios brasileiros contam com sistemas de coleta seletiva, isso significa que esse número de renovação do Isopor® é bastante elevado, devido as dificuldades. "Importante que o poder legislativo se conscientize e crie mais pontos de coleta, quanto mais divulgarmos e facilitarmos, mais as pessoas participarão", conta Silvia.

O EPS é composto por apenas 2% de matéria-prima e 98% ar, ou seja, ocupa-se muito espaço para se resultar em pouca reciclagem, além do preço ser abaixo dos metais e alumínios, sabendo dessa dificuldade, iniciativas como da Knauf Isopor® ampliam os pontos de entrega e consequentemente a reciclagem.

Para as pessoas que desejam descartar o material usado nas fábricas da Knauf Isopor®, o processo é simples, comparecer aos estabelecimentos de segunda à sexta, das 9h às 18h. “Nós também conseguimos retirar o material dependendo da logística, se estiver em nossa rota de entregas não há problemas”, explica Priscila.

Locais disponíveis:

SÃO PAULO – SP
Av. Fagundes Filho, 141/145 
Conjunto 16/19, Edifício Denver 
Vila Monte Alegre | SP | 04304-010 
Tel.: (11) 3957-6648

ATIBAIA – SP
Estrada Municipal AT 30, 5755
Ponte Alto | SP | 12940-000
Tel.: (11) 3957-6612
Lat.:-23.04994 | Long.:-46.679492

JOINVILLE – SC
Rua Dorothóvio do Nascimento, 2105 
Jardim Sophia | SC | 89223-600
Tel.: (47) 3437-3630 

MANAUS – AM
Rua Rio Jaguarão, 752C
Vila Buriti – D. Industrial | AM | 69072-055
Tel.: (92) 3614-8100

SAPUCAIA DO SUL – RS
Rua Pedro Álvares Cabral, 214
VL. Vacchi | RS | 93214-260
Tel.: (51) 3474-4111

SÃO SIMÃO – SP
Av. Santa Isabel, 560
Distrito Industrial | SP | 14200-000
Tel.: (16) 3984-9200

SARZEDO – MG
Rua São Cosme e Damião, 199
Distrito Industrial | MG | 32450-000
Tel.: (31) 3522-9516

SIMÕES FILHO – BA
Rodovia BR 324, KM 18
CIA | BA | 43700-000
Tel.: (71) 3594-8008

Conscientização

Segundo Silvia Rolim, o problema é de questão pública e é preciso ferramentas para melhorar a educação ambiental. "A questão das sacolas plásticas, por exemplo, se consumir responsavelmente não é um problema. Eu tenho certeza de que as quais eu uso só saem como lixo e vão para o aterro sanitário como deve ser. Embrulhar o lixo urbano em saco plástico é orientação do ministério da saúde. O mesmo acontece com o EPS, minha educação ambiental não permite que eu largue uma prancha de Isopor® na praia sabendo que isso prejudica os animais marinhos".

Os 2% de matéria-prima do Isopor® são compostas de fonte não renovável, o conhecido petróleo. Porém, quando paramos para avaliar o consumo de petróleo extraído no mundo, apenas 4% são destinados para a produção de plásticos e 80% seguem para área de transporte e climatização. "Se você parar de produzir plástico consegue poupar esses 4%, mas os outros 80% vão virar 160%, porque a presença dos plásticos na área de climatização e transporte faz diminuir o consumo de petróleo, ou seja, hoje um avião pesa muito menos do que há 50 anos. Isso significa que, o mesmo avião antes precisava do dobro de combustível para fazer o mesmo percurso", explica Silvia.

Com o uso de matéria-prima baixa, consumo consciente e aumento da reciclagem, o Isopor® participa para que o Brasil esteja cada vez mais sustentável. A Refran está disponível para que os consumidores conheçam as fábricas, o processo de reciclagem e enviem sempre os produtos pós-consumo.

 

Fonte: https://www.mundoisopor.com.br/sustentabilidade/voce-sabia-que-o-isopor-e-100-reciclavel-2