Orientação Técnica

Orientação Técnica

1. NIVELAMENTO
Para uma correta montagem da laje pré-moldada, devemos seguir itens de extrema importância. Observar o nivelamento das vigas de apoio, para uma distribuição de carga correta e uniforme. Em seguida nivelar a laje com auxilio de nível a laser marcando o ponto fixo para a formação das mestras onde serão as guias do sarrafeamento do concreto.

2. ESCORAMENTO
Este é o primeiro passo, e uma das etapas mais importantes da execução da sua laje pré-moldada. Devendo ser executado antes da colocação das vigotas, observando sempre se o piso está firme, ou utilize sempre pedaços de madeira para uma melhor distribuição no solo. Todos os vãos superiores a um metro devem ser escorados.

A Refran Pre Moldados disponibiliza a planta de escoramento personalizada para cada obra

Outro passo que deve ser aplicado na fase da execução do escoramento é a contra-flexa.

3. CONTRA-FLEXA
É uma elevação na linha de escora central. Este recurso é utilizado para prevenir, e compensar possíveis deformações, devido à ação da laje. Este eficiente procedimento garante o nivelamento da laje após a retirada do escoramento. A contra-flexa, Deve ser aplicada na fase de execução do escoramento de acordo com o projeto de montagem fornecido pela Refran Pré-moldados.

4. MONTAGEM DA LAJE
Inicie distribuindo as vigotas de cada vão de acordo com o tamanho e o sentido indicado no projeto de montagem fornecido pela Amazon Laje. É importante que as vigotas apoiem 10 cm sobre as paredes. Comece sempre com o elemento intermediário: EPS (isopor), junto as vigas ou cintas,depois encaixe uma vigota e continue com isopor em cada intervalo. No final do vão, havendo necessidade, corte o isopor para ajustar ao espaço final. Verifique se não ficaram folgas no encaixe do isopor junto às vigotas, para que não haja desperdício de material. Escolha o local dos pontos luz, faça o recorte no isopor usando como molde, a própria peça a ser encaixada. Em seguida distribua os tubos sobre o isopor na direção a ser interligados.

Sempre estenda tábuas para transitar sobre a laje, este procedimento diminui o risco de acidentes.

5. NERVURA DE TRAVAMENTO
Tem a função de proporcionar estabilidade a laje e reduzir a possibilidade de deformações. Seu uso se faz necessário nos vão livres superiores a 4,0 m.

A utilização de nervuras transversais é importante sempre que haja concentração de cargas como: paredes sobre a laje, ou conforme exigência do projeto.

6. ARMADURA DE DISTRIBUIÇÃO (MALHA)
A utilização é necessária em todas as lajes. Sua função principal é distribuir a carga sobre a laje, e evitar o aparecimento de trincas e fissuras na capa de concreto. O tipo de malha indicado para cada laje está informado no projeto fornecido pela Refran Pré-moldados.

7. FERRAGEM NEGATIVA
Deve ser utilizada sempre que houver cargas concentradas ou balanços. Sua distribuição é sempre no sentido das vigas. Seu uso é importante nos apoios, garantindo a continuidade nos encontros. A orientação adequada para cada obra será fornecida pela Refran Pré-moldados.

8. CONCRETAGEM
Nesta fase, de extrema importância, deve-se fazer uma análise de todas as etapas anteriores, para verificar possíveis falhas. Por isso, antes de iniciar a concretagem, solicite a visita de um técnico da Amazon Laje, para vistoriar, e com isso, autorizar o lançamento do concreto.

Comece molhando bastante a laje já montada, se possível faça a concretagem das vigas da estrutura juntamente com a laje. Espalhe bem o concreto de modo a preencher todos os espaços vazios, principalmente nos encontros, observando para que o concreto entre em contato com as cintas e vigas, garantindo uma solidez do conjunto.

O FCK e a espessura do concreto serão informados no projeto fornecido pela Refran Pré-moldados, ou conforme sugestão do engenheiro responsável.

Depois de pronta, molhe regulamente durante cinco dias. Isso garante a hidratação do concreto.

9. RETIRADA DO ESCORAMENTO
Deve ser retirado 21 dias após a concretagem. Sempre Seguindo as orientações da Refran Pré-moldados.

Vantagens do EPS (Isopor©)

Vantagens do EPS (Isopor©)

LAJE COM EPS (ISOPOR)

O EPS vem sendo utilizado em grande escala na construção civil em todo o Brasil. Destacando-se entre outras matérias primas, por apresentar inúmeras vantagens, contribuindo significativamente no desenvolvimento do país. É um produto ecologicamente correto, por não agredir o meio ambiente.

VEJA ALGUMAS VANTAGENS:

Conforto térmico
É um excelente isolante térmico,reduz significativamente a temperatura dentro do ambiente. Com isso, contribuindo na redução do consumo de energia no uso do ar condicionado, garantindo o conforto térmico.

Conforto acústico
Reduz os ruídos entre os pavimentos. Servindo como isolante acústico em inúmeras situações.

Agilidade no transporte
Por ter sua característica principal a leveza, facilita o transporte na obra para locais altos. Com isso diminuindo a possibilidade de acidentes.

Peso próprio da laje
Menos peso sobre as estruturas/fundações. Aliviando a carga no pavimento inferior.

Agilidade na montagem da laje
Sua facilidade de manusear garante agilidade em todas as etapas aumentando a produtividade.

Mantém a qualidade do concreto
Por ser impermeável, o isopor não absorve água, por isso, o concreto de capa não perde qualidade, evitando assim o aparecimento de fissuras.

O que é Bloco de Isopor© EPS?

O que é Bloco de Isopor© EPS?

As principais características que fazem o sucesso deste material (Isopor© e EPS) são: seus formatos variaveis, sendo composto por 98% de ar, baixa condutividade térmica, alta resistência à compressão e excelente comportamento na absorção de impactos. O EPS (Isopor©) além de ser um material de fácil moldagem, é totalmente inerte, atóxico, não agride o meio ambiente, não contamina os lençóis freáticos e é 100% reciclável.

Construção Civil

Na construção civil, o EPS apresenta excelente relação custo-benefício, devido o seu baixo peso propio, aliviando as formações, pilares e vigas, além de facilitar o manuseio na montagem e de oferecer amplas possibilidades de aplicações devido a sua baixa condutividade térmica e suas propriedades mecânicas.

Isolamento témico

O EPS com a caracteristica de baixa condutividade termica é capaz de isolar em até 99% elementos como paredes, telhados e lajes com placas de espumas variadas.

Isolamento de fundações (interior e periférico, lajes, conservação de temperatura para fundações de baixa profundidade e drenagem);

Isolamento de paredes, pisos, tetos e telhados;

Sistemas construtivos para edificações residenciais, comerciais e industriais

– Lages uni-direcionais

– Lajes Bio-direcionais

Painéis estruturais: proporcionam isolamento térmico de alta performance para paredes, pisos e telhados;

Placas ou perolas de EPS para nivelamento e isolamento de pisos e paredes

Decoração

Na decoração de interiores e exteriores, o EPS pode ser amplamente empregado nas seguintes situações:

  • Arranjos decorativos moldados ou fabricados;
  • Cenários;
  • Displays para propaganda;
  • Displays de parques temáticos;
  • Manequins;

Embalagens

Performance e preço são fatores decisivos no segmento de embalagens – o EPS preenche estas duas exigências! Além disso, ele é extremamente leve, pode ser moldado, recortado ou fresado em diversos formatos e sua superfície pode ser facilmente revestida.

Uma embalagem feita com EPS proporciona proteção a integridade do produto e ajuda a reduzir a proporção de produtos danificados durante o transporte e estocagem.

O EPS é utilizado principalmente para absorção de impacto e proteção dos seguintes tipos de equipamentos

  • Eletroeletrônicos;
  • Computadores;
  • Equipamento de Áudio e Vídeo;
  • Eletrodomésticos;
  • Acessórios automotivos;
  • Vidro e produtos delicados;
  • Alimentos perecíveis;

Refrigeração

Por apresentar baixa condutividade térmica, o EPS é um excelente isolante térmico e pode ser aplicado no seguimento de refrigeração, especialmente na construção de:

  • Painéis para isolamento de armazéns e depósitos refrigerados;
  • Câmaras Frigoríficas;
  • Containers, trens, caminhões e navios refrigerados;
  • Caixas térmicas e refrigeradores de bebidas;

Flutuadores

  • Flutuadores para pedestre de pequeno ou grande porte;
  • Atracadoro para embarcações(seja no rio ou no mar);
  • Bóias e salva vidas;
  • Pranchas;
  • Docas e marinas;